Ao pensar em qual a melhor estratégia para o seu negócio, não pode se esquecer que o mundo tem se tornado a cada dia mais digital e isso trouxe para o marketing duas novas frentes, o marketing digital e o de conteúdo, que caminham juntos. Mas como funcionam?

De forma geral, o marketing digital e de conteúdo possuem o mesmo objetivo atrair mais clientes e vendas, criando uma relação do consumidor com a marca, fazendo assim com que ela cresça. 

O marketing digital pode ser definido por diversas ações online com o objetivo de criar relacionamentos e desenvolver uma identidade, dentro dessas estratégias temos o marketing de conteúdo. 

Já o marketing de conteúdo, como dito, é uma estratégia com foco na criação de conteúdo relevante, onde não há promoção direta da marca ou do produto/serviço, mas sim de atrair o público-alvo propondo soluções para seus problemas. 

Pensando nisso, desenhar uma estratégia para seu negócio é um desafio constante. Afinal, todos os dias surgem novas marcas, novos produtos e novos serviços, e todos competindo para ganhar a atenção dos consumidores e construir uma boa imagem. Mas por que o marketing de conteúdo pode te ajudar?!

Como funciona o marketing de conteúdo?

Levando em conta o cenário atual, as empresas precisam estar prontas para o mercado competitivo, as ferramentas do marketing surgem para garantir isso. 

O foco do marketing de conteúdo é atrair a atenção e o interesse do público-alvo, com o objetivo de aumentar sua rede de consumidores.

Com uma produção e distribuição de diversas formas conteúdos valiosos, que envolva seus clientes com a marca e agregue valor, construindo assim, uma imagem positiva que por fim, gera mais vendas.

Os conteúdos podem variar de temas, linguagens e formatos, por exemplo:

  • Blogs 
  • Landing Page 
  • E-book
  • Webinar 
  • Podcast 
  • Cases de clientes
  • Redes sociais
  • Infográfico 
  • E-mail marketing
  • Newsletter 

 

Todas essas ferramentas servem para produzir conteúdos, cada uma com seu formato. Mas em todas pode-se aplicar a técnica SEO – Search Engine Optimization, traduzido para Otimização de Mecanismo de Busca.

Essa ferramenta segue o mecanismo do Google, para melhorar o posicionamento do seu texto no momento da busca, então seguindo a técnica você consegue atingir um maior número de pessoas. 

O Google também fornece uma relação das palavras chaves que estão sendo mais buscadas pelo seu público-alvo, o que facilita no momento de determinar o tema do conteúdo que irá buscar.

Por exemplo, se seu negócio é uma clínica odontológico com foco em aparelhos ortodônticos, as palavras mais buscadas podem ser: “aparelho odontológico”, “aparelho invisível”, entre outras.

As vantagens e formas de aplicar o marketing de conteúdo

O primeiro passo para usar qualquer técnica do marketing de conteúdo ou até o marketing digital é conhecer a fundo seu público-alvo, afinal, o foco das estratégias é pensando em atraí-los. Para isso, a melhor forma é definir quem é sua persona. 

O que é e por que ter uma persona?

A persona é como um personagem fictício que você irá desenhar para representar o seu público-alvo, nela você irá descrever: a idade, região, classe social, religião, hábitos, gostos, profissão, sonhos, estilo de vida. Enfim, tudo sobre as características de uma pessoa normal, com base no público que seu negócio quer atingir. 

 

Tendo isso definido, você consegue saber quais conteúdos produzir para atrair seu público, qual linguagem usar, onde encontrá-lo, além de definir estratégias mais assertivas para o seu nicho. 

 

Assim, você consegue uma vantagem competitiva com aqueles que não sabem ao certo para quem está comunicando, e também maior facilidade de aproximação com o seu cliente.

 

Com o conteúdo certo e de valor, você consegue gerar confiança e ser uma referência no seu campo de atuação. 

 

Mas para isso, sua empresa não pode focar os conteúdos nos produtos ou serviços fornecidos e nem na marca em si.

 

Os consumidores criam laços com empresas que geram conteúdos que acompanhe as etapas em que estão vivendo, que estejam  por dentro dos assuntos atuais e com posicionamentos, além mostrar propriedade no segmento em que atuam com conteúdos educativos. 

 

Isso foi comprovado pela pesquisa realizada pela iContact, onde é mostrado que os clientes impactados pelo e-mail marketing gastam 83% a mais nas compras. E em uma pesquisa de Demand Metric aponta que o Marketing de Conteúdo custa 62% menos e gera 3x mais leads quando comparado com Outbound Marketing. 

Então se você quer aplicar de forma eficaz essa estratégia, siga essas dicas:

Esteja presente na vida do seu cliente

Você possui diversas ferramentas para atraí-los, então abuse desse benefício.

Mostre que se preocupa e que pode ajudá-lo

Identifique o problema central que seu cliente possui e produza conteúdos que de fato irá ajudar no seu dia-a-dia.

Faça testes e se preciso, mude de estratégia

Uma grande vantagem do marketing de conteúdo é ser possível mudar a estratégia com rapidez, então mensure o que está fazendo e se os números não estiverem bons, mude-o. O post não teve o melhor engajamento? Mude o texto, ou a chamada, ou até a imagem. 

Aplique o benchmarking

Essa é uma técnica essencial para o marketing de conteúdo, análise como seus concorrentes estão se posicionando, quais assuntos estão sendo abordados e como estão se pronunciando. A ideia não é copiar, mas sim, ver o que está funcionando e adaptar.

Entenda o funil de vendas

Essa é uma ferramenta muito assertiva quando se trata de marketing de conteúdo, isso porque ela basicamente é feita por ele. 

Usando as três etapas do funil, é importante saber em que momento o lead está, para assim pensar no material ideal para cada uma.

Por exemplo, se o seu negócio faz parte do mercado odontológico:

  • Topo do funil: são assunto mais amplos e educativos, você pode usar o tema “buraco na gengiva” para explicar o que é, o que causa e como tratar. O foco é apresentar um problema que pode solucionar.
  • Meio do funil: ainda focado em passar informações e não na venda em sim, nesse ponto a ideia é passar confiança e mostrar propriedade no assunto que propõe solucionar, pode usar temas como “funções dos aparelhos ortodônticos”
  • Fundo do funil: nesse ponto, você já ganhou a atenção do cliente, ele já está interessado no seu produto, então é hora de um conteúdo mais focado na venda, pode ser temas como “quanto custa em média um implante dentário

O objetivo aqui, é produzir conteúdos educativos que ganhe a atenção do lead, percorrendo o caminho junto com ele até o momento de efetivar compra. Começando assim, o período de pós venda. 

Estamos vivendo na Era da informação e da tecnologia, com tanto acesso disponível as empresas precisam ter a percepção de que o que o consumidor busca conteúdo.

Lembre-se você não precisar usar todas as ferramentas e também não precisar usar apenas uma, tudo isso varia de acordo com o seu negócio. A receita do bolo, quem faz é você e seu público-alvo.

Responder