Tiradentes é o codinome de Joaquim José da Silva Xavier – um mineiro incomum, que marcou a história política de Minas Gerais e do Brasil.

Aos 12 dias do mês de novembro do ano de 1746, na pacata São João del-Re, especificamente no Sítio Pombal, nascia aquele destinado a fazer história por se impor ao regime opressor de Portugal anos mais tarde.

Liderando a Inconfidência Mineira, Tiradentes recebeu este apelido pela atividade de extrair dentes, uma entre várias que exerceu.

Sim porque na sua biografia podemos encontrar menções a diversas profissões entre minerador, comerciante, ativista político e militar, onde se consagrou.

Tiradentes e a data escolhida para lembrar seu dia

O dia 21 de abril serve para lembrar o dia de morte de Tiradentes pela degola e esquartejamento publicamente. O fato ocorreu em 1792, após anos de lutas contra o regime dominante da corte portuguesa.Sendo o ápice da revolta no ano de 1789, ocasião em que muitas pessoas de Minas Gerais se uniram para minimizar e influência e domínio português sobre terras locais.

A data estabelecida para reverenciar os atos heroicos de Tiradentes, nesta intensa e longa batalha conhecida como Inconfidência Mineira, foi então 21 de abril.

Na qual, 12 pessoas foram apontados como instigadores, muitos dentre esses eram intelectuais, outros eram influentes e bem mais favorecidos socialmente. Contudo, foi  Joaquim José da Silva Xavier quem assumiu a liderança pelo intrigante movimento.

Os 12 homens foram julgados no Rio de Janeiro e sentenciados a morte, entretanto, um decreto vindo de Maria I absolveu 11 dos réus com exceção de Joaquim.

Este fato foi taxativo e o líder, na ocasião alferes, foi condenado a forca. Em seguida, o corpo foi dividido em seis partes, sendo que sua cabeça e mais quatro partes (embalsamadas em sal) foram enviadas para Minas Gerais.

A ideia era mostrar ao povo e/ou a qualquer rebelde, que impiedosamente seria castigado caso o movimento continuasse. 

Sendo assim, nada mais patriota que respeitar este feriado instituído e legalizado pela Constituição, como forma de homenagear todas as atitudes de heroísmo de Tiradentes.

 

Responder