Reciclagem é a alternativa que viabiliza reaproveitar diversos itens, contribuindo assim para poupar recursos naturais, além de amenizar o risco de caos ambiental.

A reciclagem é um assunto de amplitude mundial, onde líderes buscam em consenso diminuir a degradação do planeta, através do processo de reciclar e reaproveitar.

Entretanto, reciclar deve ser prática obrigatória no cotidiano. Mas, para que o compromisso se fortaleça, cabe esclarecer, orientar e instigar o hábito na comunidade.

Reciclagem e a responsabilidade de cada um

O conceito de reciclagem é taxativo, pois consiste em um processo que tem como proposta selecionar itens usados, que manipulados novamente se transformam em outros objetos/materiais que passam a atender novas demandas.

Com a reciclagem, abre-se uma janela de novas oportunidade, principalmente para preservar o planeta, entretanto,  surge também uma janela que viabiliza a sustentabilidade econômica e estrutural de famílias e comunidades.

Porque, quando reciclamos, uma lista interessante e surpreendente de benefícios e vantagens surge, como exemplo:

  • Menos lixo descartado no meio ambiente;
  • Evita-se a proliferação de roedores, insetos e outros animais peçonhentos;
  • Preserva-se as nascentes de água, valas públicas, zonas ribeirinhas e todo sistema pluvial;
  • Economizamos  recursos hídricos;
  • Economizamos energia elétrica;
  • Reduzimos o uso de venenos e agrotóxicos.

Além disso, através da reciclagem viabiliza-se uma forma de gerar renda, e isso é fundamental para comunidades e economia, de forma geral

O que é possível entrar na reciclagem

A reciclagem de materiais é muito dinâmica, e por isso vários objetos entram no processo de coleta seletiva para então seguir para a reutilização em outro item.

Separados em: papel; vidros; madeiras, metais e plásticos, o separação deve começar dentro da casa de cada um.

No grupo papel, itens comuns que servem para reciclagem são jornais, revistas, livros, cadernos, cartolinas, embalagens Tetra Pack, listas telefônicas, entre outros…

Que podem ser transformados em novos papéis e centenas de itens para decoração e até mesmo novos objetos funcionais e requisitados no dia a dia.

Em relação aos metais, latas que servem para armazenar bebidas e alimentos; tampas; lacres, etc. podem se reutiliza-dos para novas embalagens de metal, materiais de construção ou mesmo elementos incríveis que servem para decorar ambientes.

Com o plástico que segue para reciclagem, vários novos itens são criados, e passam a atender demandas no setor de embalagens e dezenas e outras possibilidades.

A partir de madeira reciclada inúmeras possibilidades para novos e inusitado móveis surgem, assim como objetos de decoração e muito mais.

Como começar a reciclagem em casa

Quando pensamos em reciclar, antes é necessário saber como separar o que não queremos mais.

E, quanto mais atenção na hora de separar melhor estaremos contribuindo para o processo de reaproveitamento de resíduos.

Nas residências, condomínios, bairros, manter locais para armazenamento dos resíduos é muito importante.

No segundo momento é preciso conferir sobre a proposta de reciclagem na sua cidade.

Situações como dias de coleta, pontos chaves para depósito de recicláveis são informações que devem ser partilhadas com a comunidade.

Mesmo separando vidros, papel, plástico, etc. é importante que faça a primeira higiene do recipiente. Lavagens rápidas e retirada de lacres, sobras de alimentos e líquidos irá auxiliar o trabalho da coleta seletiva.

Como o poder público poderia auxiliar para melhorar a reciclagem no Brasil

A reciclagem no Brasil anda a passos lentos!

Lamentavelmente, uma das últimas pesquisas realizada em Maio/2018 pelo IBOPE, apontou que os brasileiros pouco sabem sobre o processo ideal da reciclagem, poucos também são aqueles que executam qualquer passo para reciclar ou separar o lixo.

De acordo com a pesquisa, grande maioria se diz apoiar qualquer evento que tenha como propósito ajudar o planeta, contudo, menos que 40% dizem conhecer como separar o lixo em casa.

O grito que ecoa é o chamado por clemência, que somente quem deseja se render a reciclagem, como forma de resguardar a saúde do nossa planeta, escuta!

Que a luz da sabedoria possa CLAREAR A MENTE dos governantes para ações profundas que possam promover mudanças para mais sustentabilidade…

Mas, acima de tudo, que a luz da sabedoria possa CLAREAR TODAS AS MENTES HUMANAS, para que se unam para adotar a reciclagem e outras ações positivas de resguardo ambiental.

 

 

Responder